Resenha: Quando ela se foi

30 de ago. de 2012

De que valores você abriria mão para salvar alguém que ama?

Harlan soube usar formas diferentes de pensar, trazendo uma nova história com o carismático Myron Bolitar em uma busca frenética por três continentes. Harlan Coben cria um mundo de armadilhas imprevisíveis em que conflitos religioso, politica e pesquisas genéticas se misturam à amidade, logo interagindo com o perdão e a chance de um novo começo.

Dez anos atrás, Myron Bolitar e Terese Collins Fudiram juntos para uma ilha. Depois disso, ele se reencontraram apenas uma vez, quando Terese ajudou Myron a salvar seu filho. E depois disso ela foi embora sem deixar vestígios. Dez anos depois no meio da madrugada Myron após receber um ligação de uma pessoa que havia se entregue de corpo e alma a dez anos atrás fica surpreso, poís fazia tempos que não se falavam. Só na sua ligação só dizia: "Venha para Paris" Então Myron Bolitar cruzou o Atlântico para ajudar Terese Collins a desvendar o assassinado do ex-marido, Rick Collins.

Mas algo mais ameaçador vem pela frente: perto do corpo havia fios longos de cabelos loiros e uma chama de sangue, que, após o exame de DNA foi revelado que a amostra de sangue pertencia a filha de Terese e Rick. Só que a filha única morrera em um acidente de carro a muitos anos antes. Logo, correm atrás do destino da filha que ela achava que estava morta. Myron ao desenrolar do livro se vê atuando como detetive, sempre quando vemos que séra o fim dele aparece alguém disposto a cooperar em suas investigações "É dificil resistir o jeito de bom moço e suas tiradas bem-humoradas." 

A editora está de parabéns, pois a capa sinceramente ficou extraordinária, pois sou apaixonado por Paris. Ficou um fundo bastando legal ao por do sol, destacando a Torre Eiffel. E também se encontra na capa a frase que citei lá em cima, fazendo com que o leitor pense e reflita sobre o livro. Trazendo assim, um aspecto de curiosidade.

Recomendo o livro pra pessoas que gostam de muita ação, e historias policias. Mas também se encontra um pouquinho de romance. É um livro que se lê rapidinho (eu li em um dia). Obrigado por ler a resenha, se interessaram?
 
home / sobre / leituras / blogroll / contato

a vida dentro © 2012 – 2020