Resenha: Calisto

20 de dez. de 2012
Calisto
Laura Elizia Haubert
Novo séculos, 2012.
208 páginas
Quando a noite cair, as brumas elevarem-se, a lua estiver banhada em sangue e as insígnias despertarem não restará opção se não lutar. Você não pode fugir de quem é do seu destino ou os demônios encontrados, e não poderá desistir porque terá sempre alguém a espreita. As cinco insígnias juntas são invencíveis, separadas devastadoras. Resista, combata, enfrente, acima de tudo conheça a si mesmo para descobrir se você está pronto para desvendar os mistérios. Draco, Lucas e Kalí possuem cristais, possuem força e não desistirão até Arrarock estar salva novamente. O preço mais caro sempre é pago pelos heróis. Acompanhe-os nesta jornada.

Totalmente inovadora a escrita de Haubert, é o primeiro livro que leito da autora. Fiquei impressionado por ela ser tão nova e escrever tão bem, que não se compara a tantos livros internacionais que não foram tão bem criados e organizado como Laura. Não é porque ela minha parceira que estou fazendo "propaganda", mas é porque o livro realmente me agradou, como pode-se ver pela nota que atribui ao livro.

Muitos não gostaram do livro, disseram à autora que o livro é copia, que ela não tem criatividade. Inspiração! Foi isso, existe vários pontos que relembram livros como Eragon e Harry Potter. Porém a autora criou um universo totalmente original e diferente. Criativo é isso que eu tenho o que dizer, é um livro que mistura tudo não é uma mistura = bagunça – vários seres fantásticos como bruxos, magos, dragões, racis, elfos, fadas, monstros e muito mais. Além dentro do livro há vários enigmas, mistérios que prende o leitor do começo ao fim da leitura. O livro sempre deixa um curiosidade no final de cada capitulo, isso fez com que eu ficasse com uma vontade ainda maior de ler.

É diferente o modo de como ela escreveu, pois dentro de um livro aconteciam duas histórias – fico pensando se foi difícil trabalhar dessa forma. Um narra a vida de Draco que após encontrar uma pedra misteriosa, sua vida nunca mais passou a mesma, e após a perca de sua suposta mãe que foi capturada. A outra história é a de Lucas que encontra um dragão, ou o dragão encontra ele (nessa hora do livro quase pirei, adoro de paixão esses seres misticos). E quando vai chegando ao término do livro as duas histórias vão se interlaçando e ficando cada vez cativante.

O que achei ruim foi porque o livro acabou rápido, acho que deveria ter mais detalhes mais diálogos. O livro já é gostoso de se ler, imagine com mais algumas incrementadas? Não vou negar que estou louco para ler o próximo livro, e de acordo com a autora ela vai me enviar, vou devorar. Se você não gosta de trilogia, não fique com raiva, vale a pena ler, é um livro rápido. Creio que da para ler todos os livros (quando lançados, já que serão somente três) em uma semana.

Enfim Calisto é um ótimo livro, mostrando que a qualidade literária brasileira esta crescendo. Além de estar melhorando, precocemente, já que nossa autora tem apenas 16 anos. A linguagem que Laura inseriu no livro é fácil, e flui super bem.  É um livro que recomendo, se você gosta de aventura. Mundos antigos e mitologias.


Trilogia da Meia-Noite:
Calisto, 01
- Sohuem, 02
- Magi, 03.
 
a vida dentro | © 2012 – 2020